sexta-feira, 12 de maio de 2017

“La Jeunesse de Blueberry” nº 16 “100 dollars pour mourir”

Capa, 2007. N. C.: Blueberry persegue um índio 
Cherokee, então soldado Confederado.


Prancha 1.


Prancha 2. 


Prancha 3. 


Prancha 4. 


Prancha 5. 


Contracapa, 2007.

Ficha técnica

“100 dollars pour mourir”
“100 Dólares Para Morrer”
Roteiro: François Corteggiani
Desenhos e capa: Michel Blanc-Dumont
Cores: Claudine Blanc-Dumont
Volume: 16
Ano de publicação: 2007 (a); 2010 (b)
Número de pranchas: 46
Gênero: Western
Preço: 11,99 €
Formato: 22,5x29,5 cm
Público: Todos os públicos – Família
Dargaud Éditeur, Paris, França

Edição: a) Anotado “Primeira edição”. b) Volume 19: “A publicar” (N. C.: Volume 19, “Rédemption”, da série “La Jeunesse de Blueberry”).

Fonte: Dargaud Éditeur e Bedetheque.


N. C.: As dedicatórias da página 2:

Para Gino d’Antonio.
Que me tem aberto, como a tantos outros, a mítica “Rota do Oeste”.

F. Corteggiani

N. C.: Gino D’Antonio, autor italiano de histórias em quadrinhos, faleceu em 24 de dezembro de 2006.


Para Robert Gigi, que soube revelar meu futuro em meus primeiros desenhos.

M. Blanc-Dumont

N. C.: Robert Gigi, jornalista, ilustrador e desenhista francês, faleceu em 6 de fevereiro de 2007.


Em sequência ao falecimento prematuro de um prisioneiro confederado pertencente a um pequeno grupo de índios Cherokee, o jovem tenente Blueberry se encontra – contra a sua vontade – sobre a pista de um estranho enviado do banco Rothschild que tem misteriosamente desaparecido. Enquanto em Washington estranhos acordos se amarram sob a palmatória de Allan Pinkerton (1), ele se lança em uma louca aventura ao risco de sua vida.

Primeiro volume de um novo díptico assinado à mão de mestre por François Corteggiani e Michel Blanc-Dumont.

Fonte: Dargaud Éditeur.


Novo díptico de ação e de aventura ao ritmo trepidante e aos desenhos sempre magníficos de Michel Blanc-Dumont. Além do mais, graças ao trabalho obstinado dos autores, nós teremos somente um ano de intervalo entre os dois álbuns.

Fonte: BDfugue.

N. C.: 1) Na história “100 dollars pour mourir”, três personagens históricos se encontram secretamente em um depósito na periferia da cidade de Washington: Abraham Lincoln, Allan Pinkerton e Stand Watie.


Abraham Lincoln (1809 - 1865), 16º presidente dos Estados Unidos (1861-1865) e o primeiro presidente do Partido Republicano. Allan Pinkerton (1819-1884), fundador da Agência Nacional de Detetives Pinkerton. Stand Watie (1806–1871), líder da nação Cherokee e general de brigada Confederado durante a Guerra de Secessão, comandante de uma cavalaria formada por índios, principalmente Cherokees, Creeks e Seminoles. Fonte: Wikipédia.





Em 2008, quando da publicação do segundo álbum desse díptico, a editora Dargaud publicou o estojo La Jeunesse de Blueberry tomes 16 et 17 – Aventure complete (“Aventura Completa”) contendo os volumes 16 e 17 e um baralho com o rei (Blueberry), a rainha (Éléonore Mitchell, extraída da capa do álbum “Le Dernier train pour Washington”), o valete (um índio Cherokee) em todos os naipes, dois coringas (um preto e um vermelho, ambos com outro desenho de Blueberry) e o verso das cartas com a ilustração de Blueberry publicada nas contracapas dos volumes, da série “La Jeunesse de Blueberry”, de autoria de François Corteggiani e Michel Blanc-Dumont.

A capa do estojo é composta por uma montagem com extratos dos quadrinhos 1 (a ponte de Roebling (2), “Suspension Bridge”, ligando os Estados Unidos ao Canadá, próxima às cataratas do Niágara) e 4 (Blueberry) da prancha 24 de “Le Sentier des larmes”. A contracapa apresenta uma montagem do quadrinho 1 da prancha 13 de “Le Sentier des larmes”, os títulos e as capas dos dois volumes e o seguinte texto (o mesmo do resumo da editora Dargaud para “Le Sentier des larmes”):

Blueberry, acompanhado de seus fiéis acólitos e de um xamã índio sujeito a visões terrificantes, está sobre a pista de um trem recheado de ouro. Mas uma horda de Confederados está igualmente à procura dessa fortuna que poderia mudar o destino dessa imensa carnificina que foi a Guerra de Secessão.

Cavalgadas, batalhas, duelos e perseguições são conduzidos à mão de mestre por um François Corteggiani e um Michel Blanc-Dumont no ápice de sua arte.

A ilustração da página de guarda dos álbuns da série “La Jeunesse de Blueberry, de François Corteggiani e Michel Blanc-Dumont, compõe os versos da capa, da contracapa e das orelhas e o fundo das orelhas, em cujas estão um índio Cherokee (quadrinho 8 da prancha 3 de “Le Sentier des armes”) e o xamã John Bear’s Fingers (extraído invertido da capa do mesmo álbum).


N. C.. 2) John Augustus Roebling, nascido Johann August Röbling, foi um engenheiro civil alemão que imigrou para os Estados Unidos. É famoso por seus projetos de pontes suspensas com cabos de aço, em particular o projeto da Ponte do Brooklyn. Fonte: Wikipédia.




A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud.

Fonte das imagens: Bedetheque: capa e contracapa, 2007. BDfugue: pranchas 1, 2, 3, 4 e 5. Afrânio Braga: estojo La Jeunesse de Blueberry tomes 16 et 17 – Aventure complete. Michel Blanc-Dumont: desenho original da capa de “La Jeunesse de Blueberry” nº 16 “100 dollars pour mourir” – as cores foram alteradas pela editora Dargaud na capa do álbum, fato que desagradou MBD.

La Jeunesse de Blueberry nº 16 100 dollars pour mourir © François Corteggiani, Michel Blanc-Dumont, Dargaud Éditeur 2007, 2010
La Jeunesse de Blueberry tomes 16 et 17 – Aventure complete © François Corteggiani, Michel Blanc-Dumont, Dargaud Éditeur 2008


Afrânio Braga