domingo, 19 de agosto de 2018

Uma fotografia de Blueberry

Uma fotografia de Blueberry




A fotografia do cowboy a galope é pouco conhecida, mas a muitos recordará algo. O quê? O desenho que segue, utilizado para as páginas de guarda dos álbuns cartonados de Blueberry, onde Mike Donovan1 cavalga solitário sobre um clássico e evocativo cenário do Oeste.




Mas na fotografia, autêntica e remonta aos anos 1960, o personagem a galope não é um êmulo do tenente dos casacas azuis2, em uma espécie de cosplay3 ante litteram4, mas um tanto quanto notório autor de histórias em quadrinhos.

Trata-se de Jean-Claude Mézières, o desenhista de uma fascinante saga espacial5 publicada também na Itália.

Em 1965, antes de começar as aventuras de Valérian e Aureline, Mézières partiu para os Estados Unidos, onde trabalhou, como cowboy, do Montana ao Arizona. Essa fotografia, tirada no Utah, durante uma sua jornada de trabalho, foi utilizada por Jean Giraud para as páginas de guarda dos álbuns de Blueberry.




Durante a estadia nos Estados Unidos, Mézières encontrou o seu amigo de infância Pierre Christin, com o qual iniciou a longa colaboração que prossegue ainda hoje.

Una foto di Blueberry © Blog Zona Bédé 2014

Fonte: Blog Zona Bédé, Itália.

Notas do copilador:

1 Mike Donovan: De Michael Stephen Donovan, o nome verdadeiro do tenente Mike Steve Donovan, aliás, tenente Mike Steve Blueberry.
2 Casacas azuis: Apelido dado pelos Índios aos soldados, devido à cor azul do uniforme do exército norte-americano, na expansão territorial para o Oeste.
3 Cosplay: É um termo em inglês, formado pela junção das palavras costume (fantasia) e roleplay (brincadeira ou interpretação). É considerado um hobby onde os participantes se fantasiam de personagens fictícios da cultura pop japonesa, porém podem também englobar qualquer outro tipo de caracterização que pertença à cultura pop ocidental.
4 Ante litteram: A expressão latina ante litteram é usada para definir obras, personagens, correntes de pensamento, movimentos culturais que precedem e, de alguma forma, tornam precursor de fenômenos ou eventos mais comuns e com características semelhantes. Ante litteram também é um fenômeno histórico ou cultural que antecipa características típicas de fenômenos posteriores.
5 “Valérian”: É uma série de história em quadrinhos franco-belga de ficção científica criada por Pierre Christin, roteirista, Jean-Claude Mézières, desenhista, e Évelyne Tranlé, colorista. A sua primeira aparição foi na edição 420 da revista "Pilote" de 9 de novembro de 1967, sendo posteriormente publicada em álbum pela Dargaud a partir de 1970. É uma das séries francesas mais antigas. Em 2007, no quadragésimo aniversário da criação da série, com o lançamento de “L'Ordre des Pierres”, a série muda de nome para "Valérian et Laureline". A partir dessa data, as reimpressões dos álbuns, passaram a ter esse título. Depois de vários testes de Mézières e Christin, “Valérian et Laureline” ganha uma série animada em 2007, uma produção franco-japonesa inspirada em animes. Foi apresentada pela primeira vez na França, em 7 de novembro de 2007, no Canal+ Family, mantendo-se a continuação da série no canal France 3. "Valérian et la Cité des mille planètes" ("Valerian e a Cidade dos Mil Planetas" no Brasil e em Portugal; "Valerian and the City of a Thousand Planets" nos Estados Unidos) é um filme francês de ficção científica, lançado em 2017, escrito, dirigido e produzido por Luc Besson, baseado na série de quadrinhos "Valérian et Laureline”. O filme foi inspirado pelo sexto álbum da série, "L'Ambassadeur des ombres", publicado em 1975. Fonte: Wikipédia, com adaptações.



“Blueberry, sou eu!”






«Como nós não tivemos êxito em nos encontrar nas nossas viagens americanas recíprocas, Giraud e eu nos  encontramos em Paris no fim de 1966. Ao vê essa fotografia de mim a cavalo em Utah – onde eu trabalhei como cowboy no Dugout Ranch, antes de começar as histórias de “Valérian” -, Giraud a adaptou para as páginas de guarda de seus primeiros álbuns. Isso me permetia afirmar: “Blueberry, sou eu!”»
Jean-Claude Mézières

Fonte: CHARLIER, Jean-Michel, GIRAUD, Jean. L’Intégrale Blueberry tome 1. Paris, França: Dargaud Éditeur, 2012.


Afrânio Braga

Nenhum comentário:

Postar um comentário