terça-feira, 9 de setembro de 2014

“Une aventure de Jim Cutlass”

“Une aventure de Jim Cutlass”

Em 1979, o western “Une aventure de Jim Cutlass” foi criado por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud, na trilha do sucesso de “Blueberry”, e publicado pelas edições Les Humanöides Associés. As histórias também acontecem durante e depois da Guerra de Secessão dos Estados Unidos da América: igualmente Jim Cutlass foi oficial do Exército da União, tendo uma patente a mais do que o Tenente Blueberry, e se torna ex-capitão em seu retorno ao Sul.

O primeiro episódio, “Mississippi River”, foi inspirado em “E o Vento Levou”, com os personagens Carolyn e Don Clay tipificando Vivien Leigh e Clark Gable, atores que interpretaram Scarlett O'Hara e Rhett Butler no famoso filme - existe um pretenso triângulo amoroso entre Clay, Carolyn e Jim (como aquele de Rhett, Scarlett e Ashley Wilkes no premiado “Gone With the Wind”) - e a fazenda Cyprus Lodge, como Tara, é o pano de fundo da história.

Capa de “Pilote Spécial Western”.

As primeiras 17 pranchas da história “Mississippi River” foram publicadas na revista “Pilote Hors Série Spécial Western” nº 25 bis, junho 1976. A história foi terminada em 1979, publicada na revista “Métal Hurlant” e depois em álbum pelos Les Humanoïdes Associés.


A capa, com desenho de Christian Rossi, da revista mensal
 “(À suivre)”, de julho de 1990, que publicou o primeiro capítulo 
da nova história de Jim Cutlass, “L’Homme de la Nouvelle-Orléans”.

Após a morte do roteirista Jean-Michel Charlier, em 1989, o desenhista Jean Giraud assume os roteiros e continua, a partir de 1990, “Une aventure de Jim Cutlass”, com Christian Rossi nos desenhos, na revista mensal “(À suivre)”. Jean Giraud, depois de ter prosseguido a história “L’Homme de la Nouvelle-Orléans”, a partir da prancha 36, realiza os roteiros de mais cinco álbuns publicados pelas edições Casterman até 1999 – três desses álbuns foram lançados em avant-première na revista “(À suivre)”.

Quadrinho 4, sem textos, da prancha 23 do álbum “Mississippi River”.


Une aventure de Jim Cutlass” - “Uma Aventura de Jim Cutlass”





1. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 11/1979
Editora: Les Humanoïdes Associés
Coleção: Eldorado
Formato: Formato normal
Pranchas: 60



1a. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 62



1b. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 62



1TL. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: preto e branco
Depósito legal: 01/1980
Editora: Jonas
Coleção: 1/1
Formato: outro formato
Edição: 800 exemplares, em parte assinados





2. L’Homme de la Nouvelle-Orléans
Roteiro: Jean-Michel Charlier e Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 58




2a. L’Homme de la Nouvelle-Orléans
Roteiro: Jean-Michel Charlier e Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 58





3. L’allicator blanc
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1993
Editora: Casterman
Coleção: Contre Champ
Formato: Formato normal
Pranchas: 64
Edição: lombada telada



3b. L’allicator blanc
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1993
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 68





4. Tonnerre au Sud
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1995
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 66





5. Jusqu’au cou !
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 08/1997
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 68





6. Colts, Fantômes et Zombies
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 10/1998
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 46





7. Nuit noire
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1999
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 46
Edição: com o dossiê L’univers inclassable de Jim Cutlass, de 8 páginas, reservado à primeira edição.

Fonte das imagens e das fichas técnicas: Bedetheque.


 

A ilustração da capa do álbum "Mississippi River", Les Humanoïdes Associés, 1979, teve como fotografia de referência Sunset Carson e Linda Stirling em "Santa Fe Saddlemates" de Thomas Carr (1945).

Fonte: Mister Jacq.
N. C.: Sunset Carson é substituído por Jim Cutlass e Ann Morton (interpretada por Linda Stirling) por Carolyn Grayson, a prima de Jim Cutlass.



O volume inicial da série, “Mississippi River”, foi lançado em Portugal por Editorial Futura, de Lisboa, em 1983. A editora portuguesa publica a ilustração da contracapa francesa da editora Les Humanoïdes Associés na sua capa e aquela da capa na sua contracapa.



Rhett “Don Clay” Butler e Scarlett “Carolyn” O’Hara. Don Clay e Carolyn são personagens de "Une aventure de Jim Cutlass".



A ilustração, de Jean Giraud, da contracapa de “Mississippi River”, primeiro volume da série "Une aventure de Jim Cutlass", foi inspirada em uma fotografia, dos atores Wild Bill Elliott (Red Ryder) e Peggy Stewart (Cheyenne Jackson), que integra o cartaz de "Conquest of Cheyenne", filme americano, dirigido por R. G. Springsteen, com roteiro de Fred Harman, de 1946.



A série também foi publicada na Alemanha. Em 1981, a editora Volksverlag lança “Mississippi River”, na coleção “Comics für erwachsene”, utilizando, como a edição do Editorial Futura, a ilustração da contracapa da editora Les Humanoïdes Associés na capa.





Essa ilustração de Jean Giraud foi publicada inicialmente na capa da revista “Métal Hurlant” Nº 44, 01/09/1979, na pré-publicação de “Jim Cutlass”, o novo western de Giraud e Charlier, antes de sua estreia em álbum cartonado, “Mississipi River”, alguns meses mais tarde, com uma nova capa, inspirada dessa vez no filme "Santa Fe Saddlemates".

Para a ilustração da capa da revista, Jean Giraud se inspirou em uma cena de “Conquest of Cheyenne”, cuja também foi a base do cartaz do filme. Red Ryder (interpretado por Bill Elliott) é substituído por Jim Cutlass e Cheyenne Jackson (interpretada por Peggy Stewart) por Carolyn Grayson, a prima de Cutlass.


Fonte da imagem: kicswila.


 

Em 1992, a editora Calsen Verlag prossegue a série alemã, chamada apenas de “Jim Cutlass”, na coleção “ComicArt”, com o volume 1, cujo apresenta a contracapa com uma ilustração inédita, e com os volumes 2 e 3 na coleção “Calsen Comics”, publicados respectivamente em 1992 e 1993.


 

Em 2001, a editora Kult Editionen retoma a série “Jim Cutlass” a partir do volume 5, que também apresenta uma contracapa distinta da edição francesa; o volume 6 também sai em 2001 e o volume 7 em 2002.


Agradecimento a Pedro Morais, de Coimbra, Portugal.
Fonte das imagens das capas de “Pilote Spécial Western” e de (“À suivre”): jmcharlier.com
Fonte das imagens das séries alemãs: Bedetheque.

Une aventure de Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud - Les Humanoïdes Associés 1979
Une aventure de Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud - Casterman 1991
Une aventure de Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud / Christian Rossi - Casterman 1993
Une aventure de Jim Cutlass © Jean Giraud / Christian Rossi – Casterman 1995, 1997, 1998, 1999
Uma aventura de Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud - Editorial Futura 1983
Mississippi River © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud – Volksverlag 1981
Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud - Carlsen Verlag 1992
Jim Cutlass © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud / Christian Rossi - Carlsen Verlag 1992
Jim Cutlass © Jean Giraud / Christian Rossi - Carlsen Verlag 1993

Jim Cutlass © Jean Giraud / Christian Rossi - Kult Editionen 2001, 2002

Afrânio Braga


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

“Blueberry” - Portfolio Éditions Gentiane

Capa.


Contracapa.


Ficha técnica

Portfolio Blueberry Gentiane
Categoria: Portfólio
Autor: Jean Giraud
Editora: Gentiane
Dimensões: 30x40 cm
Aspecto: Policromo
Data de lançamento: junho de 1983
Preço: -
Tiragem: 1500 exemplares
Edição: Portfólio em cores e em preto e branco

Fonte: Bedetheque.


Jean Giraud dedicando no portfólio “Blueberry” de Jean-François, quando esteve em Perpignan, cidade desse grande colecionador de Blueberry, nos Pirineus Orientais, sul da França, próximo à fronteira com a Espanha e ao litoral do Mar Mediterrâneo. Fonte da imagem: jfmal.




Portfólio em pasta cartonada com orelhas. Compreende 4 páginas de título, duas de texto, 4 pranchas em cores, 25 pranchas em preto e branco e uma página acabada de imprimir. Edição assinada e numerada, na primeira prancha em cores, de 1600 exemplares, dos quais 100 em uma edição fora do comércio. Enriquecido de uma dedicatória de Jean-Michel Charlier, ao estilo esferográfica preta, na página inicial de texto.

Fonte: Invaluable.


Portfolio Blueberry Jean Gir

Em 1983, saía o volumoso portfólio “Blueberry Jean Gir”, por Gentiane, em cujo o essencial é uma seleção de quadrinhos extraídos dos álbuns “La Longue marche”, “La Tribu fantôme” e “La Dernière carte” em preto e branco, retocadas sem textos, nem balões.

Chihuahua Pearl e Mike Blueberry, ilustração do prefácio


Trechos selecionados:

“La Longue marche”, prancha 32, quadrinho 1




“La Longue marche”, prancha 40, quadrinho 2




“La Longue marche”, prancha 46, quadrinho 7




“La Tribu fantôme”, prancha 12, quadrinho 4




“La Tribu fantôme”, prancha 39, quadrinho 5




“La Dernière carte”, prancha 6, quadrinho 4




Com o bônus, a serigrafia “Hommage à Jijé”, junto ao portfólio.


Fonte: Mister Jacq.


Portfolio Gentiane

Mítico portfólio editado, em 1983, por Gentiane. Com 1500 exemplares (+ 100 HC), os 230 primeiros eram acompanhados de uma serigrafia – “Hommage à Jijé” (Blueberry diante de um cartaz mostrando Jerry Spring e Pancho) – assinada por Gir.

Fonte: Collection Blueberry.


N. C.: Prancha de abertura. Fonte: catawiki.


Blueberry

Artista: Mœbius (Jean Giraud)
Publicação: Edição limitada com impressão litografada em Cartridge Paper.
Dimensões: 32 x 25 cm
Data: 1983
Uma edição limitada impressa com o essencial de Blueberry, famoso personagem western de Jean Giraud. De uma edição limitada de 1500.

N. C.: As 4 pranchas em cores e as 25 em preto e branco (exceto a 26ª ilustração, “Hommage à Jijé”, presenteada aos 230 primeiros compradores):


N. C.: Blueberry inspirado no ator Ralph Taeger em “Hondo and the Apaches”
(“Hondo e os Apaches”), filme, de 1967, dirigido por Lee H. Ratzin.


N. C.: Red Neck e Mike Blueberry.


N. C.: Mike Blueberry, Jimmy McClure e Red Neck à mesa - na cadeira vazia, um exemplar de “A Bíblia Sagrada”; em pé, um oficial do exército americano e um civil.


N. C.: Blueberry cercado pelo Marshal e os delegados de Little Soul.


N. C.: Blueberry inspirado no ator Charlton Heston, dessa vez em “Will Penny”
(“E o Bravo Ficou Só”), filme, de 1968, dirigido por Tom Gries. 


N. C.: Red Neck, Mike Blueberry e Jimmy McClure inspirados em Don Terry, 
Lon Chaney Jr. e Noah Beery Jr. em uma fotografia de "Overland Mail", seriado 
do estúdio Universal, de 1942, dirigido por Ford Beebe e John Rawlins.


N. C.: Blueberry tocando violão no Grand Canyon, Arizona.


N. C.: “Blueberry” nº 18 “Nez Cassé” (“Nariz Partido”), quadrinho inédito no álbum. Tsi-Na-Pah preparando a armadilha para matar uma águia, tirar as suas penas e presenteá-las a Chini, a fim de enfeitar a roupa de casamento da filha de Cochise com ele. 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 1, quadrinho 1. Red Neck chega a Socorro, uma pequena vila mineira do Novo México, procurando Jimmy McClure, seu antigo companheiro de aventuras, e de Blueberry, para livrar esse último da forca.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 9, quadrinho 5. Abraço de despedida de Chini e Blueberry, em Forte Bowie, próximo de Apache Pass, Arizona. O casal se reencontraria ainda na mesma história.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 13, quadrinho 7.
Após ser liberada de Forte Bowie, Chini alcança o cume de Dead Horse Mesa, em cujo se
reúne com Vittorio e os Apaches rebeldes para discutir o destino da tribo e de Tsi-Na-Pah.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 28, quadrinho 2. Vittorio e Blueberry, irmãos de sangue. 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 31, quadrinho 1. Red Neck e Jimmy McClure são acordados por Gedeon Eggskull, Wild Bill Hicock e os cães Gog e Magog.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 32, quadrinho 1. Em Benson, Lily Calloway, aliás, Chihuahua Pearl, conversa com Duke Stanton, o seu noivo, um rico empresário do setor ferroviário.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 33, quadrinho 2. 
Os prisioneiros Jimmy McClure e Red Neck são amarrados aos cavalos, 
respectivamente de Wild Bill Hicock e Gedeon Eggskull, e conduzidos 
forçadamente - os cães Gog e Magog, de Eggskull, seguem à frente do grupo, 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 34, quadrinho 1. Serpente Pequena, batedor Apache do bando liderado por Tsi-Na-Pah, Vittorio e Chini, espiona o trem, de Duke Stanton, pronto para partir da estação de Wind Mill, após a população, com medo de um ataque dos índios, abandonar e incendiar Benson.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 40, quadrinho 2. Tsi-Na-Pah e os Apaches param um oficial do exército e Duke Stanton junto ao trem desse último.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 42, parte do quadrinho 6. Chini, do vagão privativo de Duke Stanton, que ficou detido no trem, juntamente com Pearl e o oficial do exército, avista “Cabeça de Pedra” (Gedeon Eggskull) no momento que Gog e Magog atacavam Jimmy McClure e Red Neck e Wild Bill Hicock ameaçava abater os cães por causa disso.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 46, 
quadrinho 7. Enquanto o exército os procura no sul, rumo à fronteira mexicana, 
Tsi-Na-Pah e os Apaches cavalgam para a Reserva de San Carlos, a nordeste.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 11, parte do quadrinho 1. Chini, Cochise e o último grupo de fugitivos da Reserva de San Carlos, Arizona, em meio a nevoeiro e vento forte, encontram Vittorio e os guerreiros Apaches.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 12, quadrinho 4. Três índios anciões são levados da aldeia para o forte da Reserva de San Carlos, porém os soldados não conseguem que eles informem o paradeiro da tribo.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 35, quadrinho 8.
Gedeon Eggskull, com o cão Baal, substituto dos falecidos Gog e Magog,
observa uma sentinela do acampamento da tribo fugitiva.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 36, parte do quadrinho 1. Tsi-Na-Pah, Cochise, Vittorio e os líderes Apaches discutem qual plano eles devem seguir na fuga da tribo.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 39, quadrinho 5. Wild Bill Hicock, a cavalo, junto ao poste do telégrafo, reencontra Gedeon Eggskull, ao lado de um trem repleto de mercenários que estavam em busca da tribo fugitiva.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 1, quadrinho 1. Jimmy McClure, Mike Blueberry e Red Neck chegam, à noite, em Chihuahua, capital do Estado de Chihuahua, no norte do México.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 1, quadrinho 2. Red Neck, Mike Blueberry e Jimmy McClure percorrem, a cavalo, as ruas de Chihuahua à procura de um local para se hospedar.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 6, quadrinho 4. Vigo, comandante do exército mexicano, agora governador do Estado de Chihuahua, prende Jimmy McClure e Red Neck e os obriga a levá-lo até Blueberry, cujo também prende após esse tomar um banho, auxiliado pela camareira, na banheira do quarto do hotel no qual o trio de companheiros se hospedara.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 9, quadrinho 6. Os prisioneiros Blueberry, Jimmy McClure e Red Neck conversam sobre o destino que os aguarda – os três serão fuzilados ao amanhecer.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 11, quadrinho 5. Blueberry, preso em Chihuahua, México, condenado à morte por fuzilamento, pensa em Chihuahua Pearl, a bela cantora loira que conhecera justamente naquela cidade. 

Fonte: illustrationartgallery.

Portfolio Blueberry Jean Gir © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Éditions Gentiane 1983


Blueberry “Country & Western”, uma imagem descoberta no Portfolio “Blueberry”, publicado por Gentiane, em 1983, reprisada, em cartão postal, em cores, por Aedena, em 1984.



A versão, em cores, de um retrato de Blueberry, inspirado no filme “Will Penny, le solitaire”, publicado, em cartão postal, por Aedena, em 1984.




A versão, em cores, do desenho do prefácio - Chihuahua Pearl e Mike Blueberry -, publicado, em cartão postal, pela editora Aedena, em 1984.



Fonte: Mister Jacq.

Blueberry carte postale © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Éditions Aedena 1984

Fonte da imagem: artcurial: a ilustração 1 de um portfólio numerado e assinado.

Afrânio Braga