quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Estatueta de Blueberry por Jean Giraud Giraud e Pascal Rodier

Tenente Blueberry
_________________________________________________________________________________________________________________________­­­­­­­­­______________________________________________________________________












 
 
 
Giraud desejava um tenente Blueberry que seria elegante de elementos de natureza diversa e de toda proveniência: casaco canadense de trapper1, colete e camisa de jogador, calça e chapéu do exército americano, botas de cowboy2. A ideia me pareceu muito interessante; ela teve a vantagem de aderir bem nesse personagem que - é muito raro em história em quadrinhos - evolui, envelhece e veste diferentes roupas ao curso de suas aventuras.

O pior é que foi a cadeira que me deu mais trabalho: o modelador arrancou os cabelos quando viu e ninguém se deu conta!

Pascal Rodier

 
 
 

Para saber mais sobre a estatueta3

 

Escultor: Pascal Rodier

Ano de edição: 1997

Autor: Jean Giraud

Tiragem: Esgotada4

Altura: 15 cm5

Material: Resina6


Fonte: Fariboles Productions, France.

Lieutenant Blueberry © Jean Giraud / Pascal Rodier – Fariboles Productions 1997 






















N. C.:

1 Trapper: caçador que apanha animais em armadilhas.

2 Cowboy: vaqueiro.
3 Estatueta “Blueberry dans son fauteuil” - "Blueberry em sua cadeira com braços" ou "Blueberry em sua cadeira".
4 Tiragem não limitada: os primeiros exemplares são numerados, a caixa da estueta contém também um ex libris7 (um desenho de 15,0x21,0 cm)8. Os exemplares seguintes: tiragem não limitada, sem caixa e sem certificado.
5 Dimensões: 15,0x12,0 cm.
6 Resina pintada a mão por Pascal Rodier.
7 Ex libris (do latim ex libris meis) é a expressão que significa, literalmente, "dos livros de" ou "faz parte de meus livros", empregada para associar o livro a uma pessoa ou a uma biblioteca. Fonte: Wikipédia.
8 Texto que acompanha o desenho: Essa estatueta de Blueberry, inspirada da obra de Jean Giraud e Jean-Michel Charlier, foi realizada conforme uma escultura de Pascal Rodier. Ela porta o Nº ...9
9 Preço de venda indicado ao público: 160,00 €.








































Afrânio Braga




quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Blueberry e Chihuahua Pearl por Giuseppe De Luca



BLUEBERRY E CHIHUAHUA PEARL POR
GIUSEPPE DE LUCA



Giuseppe De Luca

Fa il suo esordio da autodidatta nella rivista “Intrepido” nel 1995.

Dal 2004 pubblica diversi fumetti per "Cronaca di Topolinia".

Nel 2006 entra nello staff de “L'insonne” disegnando negli episodi 7 e 8 della serie.

Nel 2007 gli è affidato il primo episodio della serie “New World Order” per Image Comics.

A partire dal 2008, per Star Comics, realizza diversi episodi della serie mensile “Nemrod”, il primo episodio e le  copertine della miniserie “Pinkerton s.a., in seguito il quarto episodio di “San Michele”.
 
Nel 2010 fa l'esordio in Francia con Zephyr Éditions con il fumetto "Les enragés du Normandie-Niemen", e nel 2012, per lo stesso editore, disegna "Blackbirds".

Nel 2015 entra nello staff  di “Dragonero” per Sergio Bonelli Editore.

Dal 2021 è impegnato con la Dupuis per la serie “Buck Danny”.


Catwoman, Mulher-Gato.



Giuseppe De Luca

Ele faz a sua estreia de autodidata na revista “Intrepido”, da editora Universo, em 1995.

Desde 2004, ele publica diversas histórias em quadrinhos para "Cronaca di Topolinia" da Associazione Culturale Gli Amici del Fumetto.

Em 2006, ele entra no staff de “L’insonne” desenhando nos episódios 7 e 8 da série.

Em 2007, é confiado a ele o primeiro episódio da série “New World Order” para a editora Image Comics.

A partir de 2008, para a editora Star Comics, ele realiza diversos episódios da série mensal “Nemrod”, o primeiro episódio e as capa da minissérie “Pinkerton s.a.”, em seguida o quarto episódio de “San Michele”.

Em 2010, ele faz a sua estreia na França com a editora Zephyr Éditions com a história em quadrinhos “Les enragés du Normandie-Niemen”, e, em 2012, para o mesma editora, ele desenha “Blackbirds”.

Em 2015, ele entra no staff de “Dragonero” para a editora Sergio Bonelli Editore.

Desde 2021, ele está empenhado com a editora Dupuis para a série “Buck Danny”.


Uma prancha de “Dragonero”.

Fonte: Giuseppe De Luca.

A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud

Blueberry © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud – Dargaud Éditeur

 

Blueberry, il fratello francese di Tex.

Blueberry, o irmão francês de Tex.

Sergio Bonelli

Editor e roteirista

Io ringrazio a Giuseppe De Luca per il disegno di Blueberry e Chihuahua Pearl, compagni d’avventura, per il blog Blueberry.
Eu agradeço a Giuseppe De Luca pelo desenho de Blueberry e Chihuahua Pearl, companheiros de aventura, para o blogue Blueberry.

 

Afrânio Braga


sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

A inspiração de Jean Giraud para um anúncio de “Blueberry” em “Pilote”

1970. Alejandro Jodorowsky, à esquerda, e o artista Jean Giraud (também conhecido como Moebius) com um membro não identificado do elenco do que se tornaria eventualmente “Jodorowsky’s Dune”. N. C.: O ator não identificado está vestido de Sardaukar, um dos personagens de “Dune” – filme não realizado pelo diretor Alejandro Jodorowsky na tentativa de adaptação de “Duna”, livro de ficção científica de Frank Herbert – a partir da concepção artística de Jean Moebius Giraud.


A Inspiração de Jean Giraud para um anúncio de “Blueberry” em “Pilote”


Spider Rock, em primeiro plano, no Canyon
de Chelly, Arizona, Estados Unidos da América.


Anúncio de “Le Spectre aux balles d’or” em “Pilote” n° 531.


Jean Giraud, em arte Gir para as histórias em quadrinhos western, se inspirou na região localizada entorno da Spider Rock (Rocha da Aranha), no Canyon de Chelly National Monument (Monumento Nacional Cânion de Chelly), Arizona, Estados Unidos da América, para a ilustração do anúncio, publicado na contracapa de “Pilote” n° 531 de 8 de janeiro de 1970, da estreia da história “Le Spectre aux balles d’or” (“O Espectro das Balas de Ouro”, título em português) no número 532 desse hebdomadário que foi lançado na semana seguinte.



“Les Grands Espaces”, Gir. A ilustração publicada no livro “L’Univers de Gir”, Dargaud Éditeur, 1986, de forma invertida àquela da contracapa da revista semanal “Pilote” nº 531 de 08/01/1970.


Fontes das imagens: 9gag.com: fotografia de Alejandro Jodorowsky, o ator não identificado e Jean Moebius Giraud; Lee Sanborn: fotografia de Spider Rock, Canyon de Chelly, Arizona, USA; LJM: contracapa de “Pilote” n° 531; Internet: ilustração “Les Grands Espaces” de Gir.

A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud.

Blueberry © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud – Dargaud Éditeur
L’Univers de Gir © Dargaud Éditeur 1986
Pilote © Dargaud Éditeur
Spider Rock Canyon de Chelley National Monument Arizona USA © Lee Sanborn
Imagens © Os editores, os autores e os seus herdeiros legais.

Afrânio Braga


sábado, 1 de janeiro de 2022

Tex Willer e Kit Carson por Enrico Marini

Tex Willer e Kit Carson, dois heróis de infância de Enrico Marini.


TEX WILLER E KIT CARSON POR
ENRICO MARINI



















Enrico Marini

Autor - Roteiro - Desenho - Cores

Enrico Marini, de nacionalidade italiana, nasceu em 13 de agosto de 1969 na Suíça onde, durante quatro anos, ele estudou o grafismo na École des Beaux-Arts (Escola de Belas Artes) de Basiléia.

O seu traço é então influenciado pelos comics americanos, os fumetti italianos e o mangá japonês e a sua admiração se conduz sobre autores tais como Hermann, Jordi Bernet, Milton Caniff, Alfonso Font, Jean Giraud e Otomo.

A sua carreira debuta em 1987 no Festival de la Bande Dessinée de Sierre, Suíça, onde ele concorre com os novos talentos. Muito rápido reconhecido, ele vê confiar sua primeira série “Oliver Varèse”, sobre um roteiro de Thierry Smolderen, na editora Alpen Publishers.

Em 1992, Marini e Smolderen mudam de universo e criam Gipsy, um verdadeiro herói de carne e de sangue.


Marini percorre em seguida, com Jean Dufaux, o mundo dos vampiros com “Rapaces”, do qual o primeiro tomo saiu em 1998.

Com Stephen Desberg, ele concretiza um sonho de criança, desenhar um western, e ele publica o primeiro volume de “L’Étoile du Désert” em 1996. Desse encontro nasce igualmente, quatro anos mais tarde, “Le Scorpion”, um grande afresco de capa e espada.

Desde 2007, Marini, autor completo, faz reviver a antiguidade com “Les Aigles de Rome”.


Em 2017, ele se ata a um novo desafio: oferecer a Batman sua primeira aventura sob os lápis de um autor de história em quadrinhos franco-belga. Publicado por Dargaud em colaboração com DC Comics, o díptico consagrado ao Cavaleiro das Trevas se conclui em junho de 2018.

Fonte: Dargaud Éditeur, Paris, França.


O personagem Tex foi criado por Giovanni Luigi Bonelli e realizado graficamente por Aurelio Galleppini.
Tex © Sergio Bonelli Editore

Agradecimento a Enrico Marini.

Afrânio Braga

Artigo publicado também em Tex Willer Blog