domingo, 15 de maio de 2022

Tex Willer, Kit Carson, Jack Tigre e Kit Willer de Giuseppe Candita

Da esquerda para a direita: Kit Willer, Tex Willer, Kit Carson e Jack Tigre.


TEX, CARSON, JACK TIGRE E KIT DE
GIUSEPPE CANDITA



Giuseppe Candita

Ele nasce em Cittiglio na província de Varese, Itália, em 16 de abril de 1978.

Desde pequeno ele sonha tornar-se um desenhista de histórias em quadrinhos e à idade de 28 anos ele estreia com a sua primeira história para a editora Edizioni Star Comics na série “Lazarus Ledd”.

No mesmo ano, ele ilustra uma história de terror para a editora Narwain (Estados Unidos da América) publicada em “Brian Yuzna’s Horrorama”. Sucessivamente, ele prossegue a colaboração com a editora Edizioni Star Comics nas coleções “Jonathan Steele”, “Nemrod”, “Factor V” e “San Michele”, além de tornar-se o capista de “Legion 75”.

De 2010 a 2014, ele trabalha no mercado franco-belga, para a editora Zephyr Éditions (agora Dupuis), desenhando a série “Korea”.

Em 2013, ele estreia na editora Sergio Bonelli Editore no “Almanacco del Giallo” da série em história em quadrinhos “Julia” e ele continua a colaboração até 2019 ilustrando sete histórias da criminóloga.

Em 2018, ele entra no staff de “Tex” desenhando uma história para o “Color Tex”.

Em 2019, ele ilustra uma história para a nova minissérie de “Zagor”: “Le origini della vendetta”.

Em 2021, ele estreia na série regular “Tex” nos números 724 e 725 com a história "Shaolin - Il monaco guerriero".

Atualmente, ele está trabalhando em uma história de “Tex”.

Fonte: Giuseppe Candita.


O personagem Tex foi criado por Giovanni Luigi Bonelli e realizado graficamente por Aurelio Galleppini
Tex © Sergio Bonelli Editore

Eu agradeço a Giuseppe Candita pelo desenho de Tex Willer, Kit Carson, Jack Tigre e Kit Willer, companheiros de aventura, para o blogue.

Afrânio Braga
 
Artigo publicado também em Tex Willer Blog


domingo, 8 de maio de 2022

Exposição L’Elixir du Docteur Gir/Moebius na Galeria Arludik

 


EXPOSITION DE DESSINS ORIGINAUX
L’ELIXIR DU DOCTEUR
GIR/MOEBIUS
 
De 4 de março a 24 de abril de 2004
Galeria Arludik
Paris, França


L’ELIXIR DU DOCTEUR GIR/MOEBIUS

 

 

 

Saudados no mundo inteiro, os mundos que Gir-Moebius tem entregado ao     público não sofrem de equivalente. Hoje, ele escolheu expor os desenhos inéditos e as artes-finais originais em grande formato na galeria Arludik.

Jean Giraud, aliás, Moebius, não está próximo a uma lenda. Melhor, o mestre janusiano ainda sabe ser o arquiteto! No panteão internacional dos criadores de universos, o desenhista se instalou na primeira fileira, e isso sem ter que abrir caminho a cotoveladas. Basta lançar um olhar sobre a sua produção para estar maravilhado pela limpidez de seu traço. Quer ele faça história em quadrinhos, quer ele colabore em longas-metragens, quer ele se dedique à pintura abstrata ou ainda a filmes de animação, o universo de Moebius/Gir está em constante extensão...

Há quarenta anos, sobre um roteiro de Jean-Michel Charlier, nascia Mike Steve Donovan, personagem de história em quadrinhos fora do formato, profundamente humano e demais indisciplinado para se enclausurar no estardalhaço próprio dos heróis das grandes planícies. Interlope de coração, Blueberry ama a diferença, os inimigos jurados do General Custer, as moças de saloon, as segundas facas.

Inédito: enquanto na sua longa carreira, o artista sempre exprimiu a vontade de instalar duas facetas distintas e complementares ao seu universo, “OK Corral” (27° tomo da série “Blueberry”), marca o fim de um ciclo e a chama de um renascimento. Aqui, ubiquidade obriga, o artista formula, com uma naturalidade desconcertante, uma nova linha gráfica, criando a fusão perfeita entre a pena western de Gir e aquela definitivamente ficção científica de Moebius. Verdadeiro passaporte para um futuro já em construção, ele e seu duplo jubiloso, insaciável, obsessivo na necessidade de criação.

Hoje, esse artista incontornável escolheu a Galeria Arludik para apresentar uma série de obras inéditas em grande formato.

Investindo no espaço, ele faz a ligação entre e o western e o sagrado. Que outro além de ele teria podido lançar essa ponte com tanta legitimidade?


EVENTO: 7 DESENHOS DE MOEBIUS E GEOF DARROW

Hoje, Geof Darrow é conhecido, sobretudo, por sua participação no universo doravante culto de “Matriz”. Mas resumir o seu talento a esse tríptico cinematográfico será um erro grosseiro. De fato, como esquecer que ele foi animador em Hanna-Barbera? E como desconhecer o seu trabalho na série “Hard Boiled” ao lado do genial Frank Miller?

A sua história com Moebius começa em 1982 quando esse último acaba de ser solicitado para elaborar, com outros autores, o universo do design do filme hollywoodiano “Tron” para a Disney. Em uma comunidade de espírito ligada ao traço, os dois criadores iniciam naturalmente uma colaboração dedicada a um belo destino. Em 1984, eles imaginam a concepção de um portfólio que fará data: “La Cité de Feu”. Para a ocasião, Darrow realiza sete grandes desenhos em papel vegetal que Moebius arte-finaliza e depois coloca em cores. Magnificamente colocada em imagem, a obra está há muito tempo esgotada! Doravante amigos, ele trabalharão juntos ainda dois anos no seio das edições Aedena...

Excepcional: 20 anos após a publicação de “La Cité de Feu”, a galeria propõe uma reedição desse trabalho mítico em tiragem numérica em grande formato, assinada, limitada e numerada em 8 exemplares.


BIOGRAFIA DE JEAN GIRAUD

1938. Nascimento de Jean Giraud, em 8 de maio, em Nogent-sur-Marne, França.
1965. Publicação em álbum do primeiro volume das aventuras de Blueberry.
1975. A revista “Métal Hurlant” é criada por Moebius, Druillet, Dionnet e Farkas. Publicação de Arzach.
1979. Moebius trabalha para o cinema: ele desenha o figurino de “Alien” de Ridley Scott.
1980. Uma colaboração inacabada com Jodorowsky (adaptação cinematográfica de “Dune”) desemboca sobre a criação de uma série desenhada, “Le Aventures de John Difool” ou “L’Incal”. Presentemente, Moebius é tão célebre quanto Giraud.
1984. Giraud/Moebius se muda para Los Angeles. Lançamento quase simultâneo, em Los Angeles, de Starwatcher, sociedade que assegura a tradução da obra de Moebius que é publicada pela prestigiosa Marvel Comics.
1985. Ele recebe o prêmio das Arts Graphiques.
1987. Colaboração no filme “Willow”, de George Lucas e Ron Howard.
1988. Moebius realiza para a Marvel um episódio do mítico Surfista Prateado, sobre um roteiro de Stan Lee. Ele trabalha em “Abyss” (“O Segredo do Abismo”, título no Brasil), de James Cameron. Tudo isso não impede, de forma alguma, Giraud de reentrar na França.
1989. A série “Blueberry”, que ele retomara em 1979, está em choque: Jean-Michel Charlier acaba de falecer. Giraud decide prosseguir a série só, assegurando doravante o roteiro.
1997. Concepção dos cenários de “Le Cinquième Element” (“O Quinto Elemento”, título no Brasil), de Luc Besson, com Jean-Claude Mézières.
1999. Inauguração, em San Francisco, de Garage Hermétique, atração concebida por Moebius para Sony. Exposição de cadernos e croquis no Espace Cartier, em Paris.
2000. Uma imensa exposição presta homenagem a Giraud/Moebius no Musée de la Bande Dessinée d’Angoulême.
2003. Aniversário dos 40 anos de Blueberry.
2004. Estreia do filme “Blueberry, l’expérience secrete” (“Blueberry. Desejo de Vingança”, título no Brasil).

 

 

 

SANTA FÉ 1885
Pastel e lápis de cor
58x77 cm


GRAND JUNCTION 1870
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


FORT BOWIE 1877
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


MOUNT GRAHAM 1885
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


TOMBSTONE 1881
Pastel e lápis de cor
49x62 cm



DENVER 1872
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


ALBUQUERQUE 1872
Nanquim sobre papel
63x48 cm


FORT YUMA 1876
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


DODGE CITY 1880
Pastel e lápis de cor
49x64 cm


WHITEWATER 1872
Pastel e lápis de cor
55x75 cm


JOHN DIFOOL
Pastel e lápis de cor
55x75 cm


TAOS 1870
Pastel e lápis de cor
55x38 cm


FORT PEAKS 1883
Pastel e lápis de cor
55x38 cm


SAINT LOUIS 1877
Pastel e lápis de cor
49x63 cm


GHOST DANCE
Nanquim sobre papel
44x59 cm


MIKE AND PEARL
Nanquim sobre papel
49x63 cm


DON GENARO
Nanquim sobre papel
49x63 cm


DALLAS 1882
Pastel e lápis de cor
48x63 cm


EL PASO 1870
Pastel e lápis de cor
56x77 cm


DESERT B
Nanquim sobre papel
64x49 cm


LA CITÉ DE FEU :
L’Umbrelle
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
La garage
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
Oiseau rose
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
La rue
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
L’Orquestre
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
Métro
Tiragem numérica fine art


LA CITÉ DE FEU :
Le balcon
Tiragem numérica fine art


HOMMAGE À ARZAK
Pelo escultor Chen – 90 cm


Fontes: Texto: Galeria Arludik. Imagens: Erick Tavernier, Galeria Arludik, Internet e JML.

Exposição de desenhos originais “O elixir do doutor Gir/Moebius”.
A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud.
O personagem Arzack foi criado por Moebius.

Exposition de dessins originaux L’Elixir du docteur Gir/Moebius © 2004 Jean Giraud Moebius / Geof Darrow – Galerie Arludik
Blueberry © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud – Dargaud
Arzack © Moebius – Moebius Production

Agradecimentos a Galeria Arludik, Erick Tavernier e JML.

Afrânio Braga




domingo, 1 de maio de 2022

Blueberry e Chihuahua Pearl por Régis Moulun

 


BLUEBERRY E CHIHUAHUA PEARL POR
RÉGIS MOULUN



Régis Moulun
 
Régis Moulun est un peintre et illustrateur freelance, né en 1969. Après un passage aux beaux-arts de Nancy et des études de sociologie et ethnologie, il collabore avec des agences de pub et “Dragon Magazine”.

Il réalise des couvertures de romans, des illustrations de cartes pour "Le Trône de Fer" et "L'Appel de Cthulhu" chez Fantasy Flight Games (USA). Il travaille aussi pour Qairos Games en Suede, Mongoose Publishing en Angleterre ou Z-Man Games et Alderac Entertainment aux USA.

Il a exposé au 10ème Festival Fantastic'Arts de Gérardmer.

Il réalise des commandes de peintures et dessins pour des collectionneur et des particuliers.



Son premier artbook "Heroïc"1, représentatif de son travail, est toujours disponible.

Site: https://regismoulun.wixsite.com/regis-moulun/
Facebook: https://www.facebook.com/regis.moulun/
Instagram: https://www.instagram.com/regismoulun/





Régis Moulun
 
Régis Moulun é um pintor e ilustrador freelance, nascido em 1969. Após uma passagem nas belas artes de Nancy, França, e dos estudos de sociologia e etnologia, ele colabora com agências de publicidade e a revista “Dragon Magazine”.

Ele realiza capas de romances, ilustrações de cartas para "Le Trône de Fer" e " “L'Appel de Cthulhu" de Fantasy Flight Games (Estados Unidos da América). Ele trabalha também para Qaitod Games, na Suécia, Mongoose Publishing, na Inglaterra e Z-Man Games e Alderac Entertainment, nos Estados Unidos da América.

Eles expôs no 10° Festival Fantastic'Arts de Gérardmer, França.

Ele realiza pedidos de pinturas e desenhos para colecionadores e particulares.


Régis Moulun dedicando o seu artbook “Heroïc” no Festival BD Rayon
Vert em Thionville, França, em 2017. Fotografia de Sabrina Weiss.

O seu primeiro artbook “Heroïc”1, representativo de seu trabalho, é sempre disponível.

Facebook: Régis Moulun
Instagram: Régis Moulun


Tarzan e Jane.

Fonte: Régis Moulun.

N. C.: 1 O artbook “Heroïc. The Régis Moulun Sketchbook” 1 está à venda na livraria Amazon americana e francesa.

A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud
Blueberry © Jean-Michel Charlier / Jean Giraud – Dargaud Éditeur

 

Je remercie à Régis Moulun le dessin de Mike Blueberry et Chihuahua Pearl, compagnons d’ aventure, pour le blog Blueberry.
Eu agradeço a Régis Moulun pelo desenho de Mike Blueberry e Chihuahua Pearl, companheiros de aventura, para o blogue Blueberry.

Afrânio Braga