terça-feira, 2 de março de 2021

Blueberry em “Ken Parker” nº 15

 

Capa da edição brasileira da editora Tapejara.

Blueberry em

“Ken Parker” nº 15


Capa da edição italiana da editora CEPIM.

Uomini, bestie ed eroi


Argumento e roteiro: Giancarlo Berardi

Capa e desenhos: Ivo Milazzo

Data de lançamento: setembro de 1978

Pranchas: 96 1, 2, 3, 4, 5, 6


N. C.:

1 Edição em preto e branco;

2 Formato: 16,0x20,8 cm;

3 Língua: italiano;

4 Editora: Casa Editrice Periodici Italiani Milano - CEPIM, atual Sergio Bonelli Editore;

5 Local: Milano, Itália;

6 Títulos da história no Brasil: “Homens, Feras e Heróis”, Editora Vecchi, janeiro de 1980, em uma tradução equivocada para “bestie” que se relacionava ao gado bovino; “Homens, Animais e Heróis”, Editora Tapejara, 2002.

 

 

Em duas palavras...


Ken Parker e Pat O’Shane se metem à procura de alguns cowboys para conduzir uma manada de gado bovino de Dodge City ao rancho da pequena irlandesa em Sioux Falls...



Notas e citações

A história se desenrola entre o fim do verão e o início do outono de 1874.

A procura, da parte de Ken Parker, de homens para engajar como vaqueiros se torna um pretexto para fazer desfilar diante ao leitor um grande número de personagens da história em quadrinhos western, seja italiana como estrangeira, das origens aos anos 1970.

Em uma reelaboração à metade dentre a respeitosa homenagem, da parte de Giancarlo Berardi e Ivo Milazzo, nos confrontos dos autores que os precederam e a tomada em volta de histórias em quadrinhos bem diversa daquela representada por Ken Parker se vê assim transitar no Heroe’s rest saloon (o saloon “O Repouso do Herói”) Kit Carson7 (página 11, vinheta 3) de Rino Albertarelli, Cisco Kid e Pancho (11/5) de Salinas8, Pecos Bill (12/2) de Guido Martina9, o Sergent Kirk (13/1) de Hugo Pratt10Sunday e Mortimer (18/2) de Victor de la Fuente11Tex e os seus pards (18/5), protagonistas de uma divertidíssima gag em cuja são retomadas algumas tormentas da série de Bonelli pai e Galleppini12, Cocco Bill (reconhecível pela espinha de peixe e o salame que tem no prato) de di Jacovitti e Rick O'Shay (19/1) de Linde13Rocky Rider14Comanche (20/2) de Hermann15Randall (23/2) de Del Castillo16, os heróis rapazinhos Capitan Miki17, Tim Carter (“Un ragazzo nel Far West”)18, Kit Teller (“Il piccolo Ranger”)19 e Kit Hodgkin (“Il piccolo Sceriffo”)20 (23/4), Zagor21 (24/1) e Larry Yuma22 (24/4). Em seguida, Ken Parker encontrará também Lucky Luke23 (35/3), Bill Adams, um dos protagonistas da bonelliana “Storia del West”24 de Gino D’Antonio, e Matt Dillon25 (56/3) e Blueberry26 (84/5). No saloon, além disso, está o próprio Giancarlo Berardi (4/3) a fazer o cicerone a Ken Parker; ao término do desfile de heróis comparecem, enfim, Ivo Milazzo (28/4), Sergio Bonelli27 (com os insólitos bigodões) e Decio Canzio28 (29/3).29

Fonte: Francesco Manetti em UBC Fumetti, Italia.

N. C.:

7 Personagem inspirado no verdadeiro Kit Carson;
8 Cisco Kid e Pancho de Rod Reed e José Luis Salinas;
9 Pecos Bill de Guido Martina e Raffaele Paparella;
10 Sergent Kirk de Héctor Oesterheld e Hugo Pratt;
11 Sunday de Victor Mora e Victor de la Fuente. Mortimer de Victor de la Fuente;
12 Tex de Giovanni Luigi Bonelli e Aurelio Galleppini;
13 Rick O’Shay de Stan Lynde;
14 Rocky Rider de Luigi Grecchi e Mario Uggeri;
15 Red Dust, de “Comanche”, de Greg e Hermann;
16 Randall de Héctor Oesterheld e Arturo Del Castillo;
17 Capitan Miki de EsseGesse;
18 “Un ragazzo nel Far West” de Guido Nolitta e Franco Bignotti. “Um Rapaz no Faroeste”, título no Brasil;
19 “Il piccolo Ranger” de Andrea Lavezzolo e Francesco Gamba. “O Pequeno Ranger”, título no Brasil;
20 “Il piccolo Sceriffo” de Tristano Torelli e Camillo Zuffi. “O Pequeno Sheriff”, título no Brasil;
21 Zagor de Guido Nolitta e Gallieno Ferri;
22 Larry Yuma de Claudio Nizzi e Carlo Boscarato;
23 Lucky Luke de Morris;
24 “Storia del West” – “Epopéia Tri” e “A História do Oeste”, títulos no Brasil;
25 Matt Dillon, delegado de “Gunsmoke”, de Harry Bishop;
26 Blueberry de Jean-Michel Charlier e Jean Giraud;
27 Sergio Bonelli, editor e roteirista (com o pseudônimo Guido Nolitta);
28 Decio Canzio, diretor geral da editora CEPIM;
29 Personagem não relacionado no artigo da UBC Fumetti: Black Bill, de “I fratelli Bill” – Black, Sam e Kid -, de Giovanni Luigi Bonelli e Giovanni Benvenuti, prancha 30, vinheta 1.


Prancha 1.


Kit Carson - prancha 9, vinhetas 2 e 3.


Cisco Kid e Pancho - prancha 9, vinheta 5.


Pecos Bill – prancha 10, vinhetas 2 e 3.


Sergent Kirk – prancha 11, vinheta 1.


Sunday e Mortimer – prancha 16, vinhetas 2 e 3.


Da esquerda para a direita: Kit Willer – prancha 16, vinheta 5; p. 17, v. 3 e 5; p. 18, v. 5; p. 20, v. 3; Jack Tigre – prancha 16, vinheta 5; p. 17, v. 3 e 5; p. 20, v. 3; Tex Willer – prancha 16, vinheta 5; p. 17, v. 1, 2, 3, 4 e 6; p. 18, v. 1 e 5; p. 19, v. 1, 2, 3 e 7; p. 20, v. 2 e 3; Kit Carson – prancha 16, vinheta 5; p. 17, v. 3 e 5; p. 18, v. 5; p. 20, v. 3.


Cocco Bill e Rick O’Shay – prancha 17, vinheta 1.


Rocky Rider e Red Dust – prancha 18, vinheta 2.


Randall – prancha 21, vinhetas 2 e 3.


Da esquerda para a direita: Capitan Miki, Tim Carter (“Um Rapaz no Faroeste”), Kit Teller (“O Pequeno Ranger”) e Kit Hodgkin (“O Pequeno Sheriff”) – prancha 21, vinheta 4.


Zagor – prancha 22, vinhetas 1 e 2.


Larry Yuma – prancha 22, vinhetas 4 e 6; p. 23, v. 1 e 2.


Black Bill – prancha 30, vinheta 1.


Lucky Luke – prancha 33, vinhetas 3, 4, 5, 6 e 7. Lucky Luke vai visitar o túmulo de René Goscinny, o criador de Astérix e o principal roteirista da série do cowboy solitário, que falecera em 1977, ano anterior à publicação de “Ken Parker” nº 15.


Matt Dillon – prancha 54, vinhetas 2, 3, 4 e 5; 
p. 55, v. 1, 2, 3, 4, 5 e 6; p. 56, v. 2; 
e Bill Adams – prancha 54, vinhetas 2, 3 e 4; 
p. 55, v. 1, 4 e 6; p. 56, v. 2. 



Blueberry – prancha 82, vinheta 5; p. 83, v. 1, 2, 3 e 4.


Da esquerda para a direita, em cima: Giancarlo Berardi – prancha 5, vinhetas 1, 3, 4, 5 e 6; p. 5, v. 1, 2, 3, 4 e 5; p. 9, v. 1, 2, 4 e 5; p. 10, v. 1, 3 e 4; p. 16, v. 1, 3 e 4; p. 18, v. 4 e 5; p. 19, v. 6; p. 20, v. 4 e 5; p. 21, v. 1, 2, 4 e 5; p. 22, v. 3, 4 e 5; p. 23, v. 1 e 2; p. 26, v. 3 e 6; p. 27, v. 1, 4, 5 e 6; p. 28, v. 1 e 2; Ivo Milazzo – prancha 26, vinhetas 4, 5 e 6; p. 27, v. 1, 2, 4, 5 e 6; p. 28, v. 1, 2, 3, 4, 5 e 6; p. 29, v. 1, 3, 4 e 6. Da esquerda para a direita, embaixo: Sergio Bonelli e Decio Canzio: prancha 27, vinheta 3.


Inspirações


Robert Redford, ator americano, inspirou o visual de Ken Parker...


...e Hayley Mills, atriz inglesa, aquele de Pat O’Shane.

© Os editores, os autores e os seus herdeiros legais.

Afrânio Braga


Artigo publicado também em Tex Willer Blog.  




Nenhum comentário:

Postar um comentário